Este é o meu cantinho para reflexões bíblicas . "remindo o tempo, porquanto os dias são maus." Efésios 5:16

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

O ter para ser e a perda da salvação em Cristo Jesus


“Mas o que para mim era lucro passei a considerá-lo perda por amor de Cristo; sim, na verdade, tenho também como perda todas as coisas pela excelência do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor; pelo qual sofri a perda de todas estas coisas, e as considero como refugo, para que possa ganhar a Cristo, e seja achado nele, não tendo como minha justiça a que vem da lei, mas a que vem pela fé em Cristo, a saber, a justiça que vem de Deus pela fé; para conhecê-lo, e o poder da sua ressurreição e a participação dos seus sofrimentos, conformando-me ele na sua morte.” Filipenses 3:7-10
Antes dessa citação da carta aos filipenses, Paulo apresenta um currículo pessoal de todas as suas conquistas “profissionais” e teológicas e, depois, afirma que perdeu tudo isso quando conheceu a Cristo e começou a andar nos seus caminhos, confirmando sua fé no Filho de Deus. Não podemos confundir com as coisas “extraordinárias” que os pentecostais pregam por aí, com rodopios ditos espirituais, mas sim com o conhecimento das sagradas escrituras que, mesmo não sendo considerado pesado, esmaga a nossa carne.


O apóstolo perdeu quando ganhou a Cristo, mas, infelizmente, o que tem pregado por aí, na maioria das igrejas evangélicas modernas, é que devemos ganhar em todas as áreas da nossa vida, ou seja, devemos ter para ser. Mas o imitador de Cristo queria estar longe disso, preferindo estar diante do Senhor a conquistar mais títulos ou alguma promoção pessoal. Não que isso também seja importante, mas não pode ser a meta de nossas vidas, pois se já temos o que comer e o que vestir, devemos estar contentes (I Timóteo 6:8).
O evangelho da salvação deixou de ser pregado nas igrejas evangélicas, o qual nos ensina que devemos negar a nós mesmos para seguirmos a Jesus Cristo (Mateus 16:24), mas um outro evangelho tem sido pregado, fazendo com que muitas pessoas deixem de conhecer o Salvador de nossas almas e venham a conhecer o “Papai Noel” de seus bolsos. Mas eu tenho que me conformar e não lutar contra isso, mesmo estando constrangida com essa situação. No livro de I Timóteo, Paulo já alertava sobre a apostasia, um dos sinais da volta do Senhor.
Percebo que, quanto mais nos aproximamos do conhecimento da Palavra de Deus, mais deixamos de priorizar as conquistas da Terra como uma promoção, um cargo melhor na igreja etc.; todas essas conquistas alimentam a nossa carne e faz com que nos separamos do Senhor por causa das obras da carne (Gálatas 5).
Mesmo com todo esse esforço, Paulo queria ser "achado pelo Senhor", considerando a possibilidade de perder a salvação, ao contrário do que dizem que “uma vez salvo, sempre salvo”. Vejam o que diz os versículos 11 e 12:
“para ver se de algum modo posso chegar à ressurreição dentre os mortos. Não que já a tenha alcançado, ou que seja perfeito; mas vou prosseguindo, para ver se poderei alcançar aquilo para que o que fui também alcançado por Cristo Jesus.”
Ou seja, uma vez salvo pela fé no Filho de Deus (Efésios 2:8), devemos prosseguir para o alvo e manter a nossa salvação perfeita. Com certeza, vamos pecar no meio do caminho, mas temos um Advogado que nos defende (I João 2:1). Como devemos prosseguir para o alvo? Meditação na Palavra de Deus a qual nos faz vigiar para não cairmos em tentação, e oração; se for o caso, jejuar para se fortalecer espiritualmente (não para conquistar bens materiais, que devem ser considerados perdas diante da salvação em Cristo). Se Paulo, o imitador de Cristo, com todo o conhecimento que obteve de Cristo, preocupava-se com sua salvação, imaginem nós.

Paulo ganhava a Cristo a cada dia que se aproximava do conhecimento das escrituras, considerando as demais coisas que havia conquistado supérfluas. E, mesmo assim, o apóstolo nos alertava da possibilidade da perda da salvação, exemplificando a sua vida. Isso é importante para nós, pois nos mantemos vigilantes e nos afastamos das falsas pregações mercadológicas e marqueteiras que existem por aí. Devemos ficar com a Palavra de Deus e longe da nossa carne, assim como o apóstolo Paulo:
“Quanto a mim, não julgo que o haja alcançado; mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão adiante, prossigo para o alvo pelo prêmio da vocação celestial de Deus em Cristo Jesus.” Filipenses 3:14-15

2 comentários :

DOMINGOS MASSA disse...

Gostei muito do seu blog, parabéns pela diagramação e pelos conteúdos.

Abraços

http://domingosmassa.blogspot.com

Marcia Moreira disse...

Obrigada pelo elogio, Domingos. Fique à vontade em visitá-lo. Um grande abraço.